Seguro Residencial: como funciona e por que contratar

Proteger os nossos patrimônios é de extrema importância. Quando falamos de imóvel, que requer um investimento grande, a necessidade de cuidar e proteger é ainda maior.
Por isso, o Seguro Residencial é tão essencial, um Seguro criado especialmente para cuidar do seu lar!

O que é Seguro Residencial e para que serve?

A passagem está comprada, e a mala, quase pronta. A empolgação para viajar é enorme, mas, poucos dias antes de ir passar suas merecidas férias na praia, vem aquela insegurança: se a casa ficar vazia, algum imprevisto pode acontecer…
A situação ilustrada acima é apenas uma das inúmeras ocasiões que justificam a contratação de um seguro residencial.
Os seguros para residências foram pensados para proteger o seu lar de diferentes formas.
Cabe lembrar que eles podem servir tanto para casas de uso habitual em cidades, casas de temporada na praia ou no campo e também para próprias – onde o seguro ampara a estrutura do imóvel e também os bens do morador – como para casas alugadas – aqui, se o inquilino contratar, o seguro ampara seus bens, mas não ampara a estrutura do imóvel. Para amparar a estrutura do imóvel, é importante que o proprietário do imóvel também contrate o seguro residencial.

Como funciona o seguro residencial?

Existe sempre a chamada ‘cobertura básica’, que é a mínima cobertura necessária para a contratação de um seguro residencial. Nessa cobertura, já estão amparados os danos por incêndio, explosão, fumaça e até por uma queda de aeronave. Com essa cobertura escolhida, já é possível personalizar o seguro com as coberturas que fazem mais sentido para cada imóvel e região. Algumas das outras opções de coberturas, são:

– Roubo e furto de bens

– Danos elétricos

– Danos a terceiros

– Vazamento de tubulações

– Negócios em casa

Quais são as principais coberturas?

Agora que você já conhece o seguro residencial e sabe quais são as suas características, é hora de entender um pouco mais a respeito das principais coberturas oferecidas.

Incêndio, explosão e fumaça

Como já citamos acima, essa é a chamada ‘cobertura básica’ e é de contratação obrigatória em qualquer seguro residencial, por questões legais. Ela cobre seu imóvel e seus bens de prejuízos causados por incêndios ou explosões que começaram dentro de sua casa ou, dependendo da situação, fora dela. Também ampara os danos em caso de uma queda de aeronave em seu lar.

Se houver um acidente com o seu botijão de gás, por exemplo, diversos elementos da casa ficariam comprometidos. A partir dos danos comprovados, a seguradora te indeniza em relação aos prejuízos que você teve.

Roubo ou Furto de bens

Infelizmente, todos nós estamos sujeitos às ações de pessoas mal-intencionadas. Mesmo que as precauções sejam tomadas, sua casa pode ser vítima de uma invasão.

A cobertura para a subtração de bens foi desenvolvida para oferecer um amparo em caso de roubo ou furto à sua casa. Os danos que o imóvel sofreu ao ser invadido também são cobertos protegidos por essa garantia.

Danos elétricos

Você sabia que, segundo dados levantados pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o Brasil é o país com maior número de incidência de raios em todo o mundo?

Para se ter ideia, o INPE estima que os prejuízos anuais causados por esse fenômeno em território brasileiro ultrapassem a casa de R$ 1 bilhão.

Por isso, os problemas que eles podem causar à rede elétrica, aos aparelhos eletrônicos e aos eletrodomésticos devem ser levados a sério. A cobertura de danos elétricos foi pensada justamente para os danos aos equipamentos eletrônicos e instalações elétricas da sua casa.

Desastres Naturais

Vendavais, chuvas de granizo e ventos fortes podem causar sérias complicações ao seu imóvel. Em algumas regiões do país, o perigo tende a ser ainda maior, visto que os riscos se intensificam em determinados períodos do ano. Nessa cobertura você será indenizado caso aconteçam danos ao seu imóvel e aos bens que estiverem dentro de sua casa.

Responsabilidade civil familiar – danos a terceiros

Ela ampara situações onde algum morador da residência, empregados domésticos ou mesmo seu pet cause algum dano a alguém.

Imagine que você more em um prédio e tenha decidido fazer aquela sonhada reforma na sala. Porém, semanas depois de as obras começarem, o vizinho do andar inferior reclamou que a reforma em seu apartamento gerou uma avaria no imóvel dele. Depois de um laudo técnico, constatou-se que o estrago de fato aconteceu por causa dos reparos que você quis fazer. Nesse caso, a cobertura de responsabilidade civil familiar vai ajudar. Também podemos citar situações mais cotidianas, como um filho que quebra mercadorias de uma loja ou até seu pet que morde uma visita em sua casa.

Quais as principais vantagens de ter um seguro residencial?

Custo-benefício;
Proteção em caso de imprevistos;
Praticidade na contratação;
Personalização;

Agora que você já sabe tudo sobre o Seguro Residencial, clique no botão abaixo para realizar uma cotação!

Fonte: Porto Seguro

Post by floripana