Seguro residencial

12 de março de 2015

floripana

Novidades

0

SEGURO-RESIDENCIAL

Seguro residencial: principais dúvidas e respostas

Primeiro passo: seguro de casas é tratado como “seguro residencial”

Uma primeira dica é que o seguro de casas é usualmente chamado dentro do ramo de seguros de “seguro residencial” ou “seguro de residência”.

Seguro residencial aceita que tipos de residência? E que tipos não são aceitos?

O seguro de casas é chamado de “seguro residencial”, pois aceita todo tipo de local utilizado para fins de residência, ou seja, que serve para moradia ou veraneio. Nesse sentido, o seguro residencial aceita tanto casas quanto apartamentos; residências próprias ou alugadas; casas ou apartamentos de campo ou veraneio etc.

O seguro residencial não aceita locais que sejam utilizados para fins comerciais. Casas que são utilizadas por empresas ou profissionais autônomos para atender clientes devem fazer um seguro empresarial, e não residencial.

 

Quais as principais coberturas do seguro residencial?

Você pode escolher diversos tipos de cobertura na hora de contratar seu seguro residencial, se protegendo daqueles riscos que considerar maiores. Abaixo você confere as coberturas mais procuradas e para quê elas servem, porém, vale ressaltar que há muitas outras coberturas. Não deixe de nos consultar.

Incêndio: A cobertura contra incêndio é a cobertura básica do seguro, ou seja, é obrigatória em qualquer seguro residencial que você for contratar.

Subtração de bens: Essa cobertura protege de roubo ou furto qualificado de bens dentro da residência.

Danos elétricos: A cobertura de danos elétricos protege de danos causados por curto circuitos, oscilações de energia, quedas de raio etc., como por exemplo aparelho queimados. Junto à cobertura de subtração de bens, a cobertura de danos elétricos é uma das mais procuradas devido ao alto índice de quedas de raio no Brasil.

Vendaval: A cobertura de vendaval cobre situações como por exemplo destelhamento ou quedas consequentes de vendaval. Também é uma cobertura muito importante devido aos fortes ventos que ocorrem em determinadas épocas do ano.

entre outras…

Como informar o valor para cada cobertura no seguro residencial?

Na hora de contratar seu seguro residencial você escolherá o valor de cada cobertura. Valem algumas dicas nesse hora:

Para coberturas como incêndio, que valem para a casa toda, leve em consideração a área construída e o valores dos bens que estão na casa. Não é necessário contabilizar, por exemplo, o preço do terreno, pois em caso de incêndio o terreno não será afetado, mas sim a área construída e os bens guardados.

Para cobertura de roubo ou furto, leve principalmente em consideração bens eletrônicos (como televisão, computador, notebook, aparelhos de DVD etc.)  e portáteis (tablets, smartphones, câmeras etc.) e itens de marca (tênis, roupas etc.), pois costumam ser os tipos de produto mais visados pelos assaltantes.

Para cobertura de danos elétricos leve em consideração aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. Dificilmente todos queimarão ao mesmo tempo, por isso não precisa contabilizar todos de uma vez. Ainda assim é interessante contratar um valor médio que leve em conta se mais de um item queimar de uma vez –  por exemplo, em casos de forte oscilação de energia pode ocorrer de a TV e o DVD, que costumam estar ligados, queimarem juntos.

De maneira geral: Para cada cobertura contratada, procure levar em conta que tipo de bens você pensa em proteger e contabilize seus valores médios para definir o tamanho da cobertura do seguro residencial.

Quais outros benefícios do seguro residencial?

O seguro residencial traz outros benefícios além das coberturas em si. Algumas seguradoras oferecem assistência para casa, que pode ser desde uma assistência mais simples até mais completa. Nas assistências mais simples, você conta com serviços como chaveiro, eletricista, parte hidráulica etc. Nas assistências mais completas você conta com os serviços das assistência básica mais outros serviços super úteis, como por exemplo help desk, instalação de quadros, prateleiras, cortinas, pedestais de televisão, ventiladores, , conserto de linha branca e marron; limpeza de caixa d’água ou caixa de gordura; etc.

Se você tem interesse numa assistência mais completa, consulte nos.

O seguro residencial é caro?

Muitas pessoas, acostumadas com os preços mais altos do seguro de automóvel, tendem a pensar que o seguro residencial também é caro, porém, não é. Na verdade o seguro residencial é bastante em conta. Seu preço varia conforme o valor das coberturas contratadas, mas no geral é bastante acessível.

 

 

Post by floripana

Deixe uma resposta